Facebook Conheça os termos que você concordou antes de se tornar um usuário

Facebook: Conheça os termos que você concordou antes de se tornar um usuário

O Facebook, atualmente, é a rede social mais acessada do planeta. São cerca de 2,2 bilhões de usuários na rede,  sendo que a maioria dos usuários utilizam a rede por redes móveis de acordo com pesquisas realizadas em 2016.

Com tantos acessos, em diferentes culturas e leis, o Facebook entendeu ser importante a criação de regras. Assim os usuários podem se sentir seguros em relação a suas informações íntimas, e pessoas com intenções erradas são punidas.

Os responsáveis pela área de segurança do Facebook criaram uma pasta sobre os termos de privacidade e regras de comportamento. Sendo assim, todos os usuários têm que concordar com os termos criados pela rede para poder se tornar um usuário.

Infelizmente, a maioria das pessoas acabam não lendo esses termos. Portanto entram na rede sem conhecer quais as principais regras da boa convivência no Facebook. E você, conhece essas regras?

Termos de privacidade e regras de comportamento

Incentivo da violência

Como na maioria dos locais públicos e privados o incentivo a violência também é ilegal no Facebook. Os responsáveis por esse setor na rede social removem conteúdos que são considerados ameaças à segurança pública ou aqueles que organizam brigas de torcidas e atos violentos.

Práticas de autoflagelação

O incentivo, seja por escrito, fotos ou por meio de vídeos, a distúrbios alimentares, automutilação, suicídios, entre outros, também é proibido no Facebook.  Para estes casos, o Facebook conseguiu fechar uma parceria com a Clinton Foundation e a Jed Foundation, que trabalham oferecendo assistência psicológica e outros tipo de respaldos para pessoas que passam por esse tipo de situação nos Estados Unidos.

Incentivar o uso de drogas

O incentivo ao uso de drogas também não é permitido no Facebook. Quando a rede social detecta algum tipo de conteúdo que estimule esse tipo de prática, o Facebook remove a publicação.

Bullying

O bullying tem sido um assunto discutido em todos os ambientes sociais, seja dentro de casa, na escola ou em uma roda de amigos. O Facebook já entende esse tipo de prática como uma ação agressiva. Portanto a prática deste tipo de agressão ou intimidação é proibida na rede social. Caso um usuário identifique um perfil que pratique este tipo ação, ele pode denunciar ao Facebook.

Assédio

O assédio é muito relativo. O Facebook considera que o incômodo ao usuário, como insistir em solicitações de amizade ou mensagens privadas invasivas podem ser consideradas assédio. A rede social afirma não aceitar este tipo de atitude de seu usuários.

Discurso e incentivo ao ódio

Discursos ou atitudes que revelem o preconceito contra raças, etnias, religião, gênero, doenças, orientação sexual e deficiência são proibidos na rede. “O Facebook não permite discurso de ódio, mas faz distinção entre um discurso sério e um discurso de humor”, afirma a rede social.

Terrorismo ou ação que fere os direitos humanos

Qualquer tipo de publicação, seja por foto, vídeo, texto ou gráfico que fira os direitos humanos ou propague e incentive atos terroristas, são proibidos pelo Facebook.

Para maior controle e preservação dos usuários o Facebook disponibiliza a ferramenta de denúncia. Além disso, o próprio usuário pode comunicar aos seus amigos e seguidores sobre o conteúdo impróprio do vídeo. “Quando as pessoas compartilham qualquer conteúdo, esperamos que o façam de uma maneira responsável”, diz o Facebook.

Nudez

Imagens ou vídeo que contém nudismo com apelação sexual são proibidos. Diferente de imagens artísticas, que contém um nudismo com outras intenções. Imagens de mães amamentando também são permitidas pelo Facebook. “Almejamos respeitar o direito das pessoas de compartilhar conteúdo de importância pessoal”, explica a rede social.

Pornografia

A pornografia, seja ela infantil ou adulta, também é proibida na rede social. O Facebook considera este tipo de publicação um ato gravíssimo, principalmente quando se trata de menores de idade. Por isso, a rede social já se aliou a organizações internacionais que visam levar mais segurança aos jovens e crianças.

Informação pessoal de terceiros

Criar um perfil que não é seu, ou seja, um ‘fake’ não é permitido de acordo com as leis do Facebook. portando, divulgar imagens, telefones, endereços e outras informações pessoas que não pertencem ao usuário do perfil também é proibido.

Vender produtos controlados

Vender armas de fogo, álcool, cigarros e outros produtos proibidos para menores de idade ferem as leis brasileiras, portanto é proibido no Facebook.

Fraude

Assim como nas leis brasileiras, a fraude e o estelionato são considerados crimes no Facebook.

Ameaças

Uma das maiores preocupações do Facebook é a segurança dos usuários. Por isso a plataforma proíbe e remove todo o conteúdo que incentive a violência e propague ameaças que possa gerar uma agressão física.

Além de ser importante para o usuário ter conhecimento sobre como usar a rede social, o artigo tem como função esclarecer e diminuir possíveis crimes. Como o próprio Facebook aponta, todo usuário pode ser um fiscal da rede, portanto, encontrou algo impróprio e contra as leis? Denuncie!

 

Baixe agora mesmo o ebook 20 otimizações em Facebook Ads, focado principalmente no Facebook Ads, traremos algumas dicas intermediárias e avançadas para você criar suas campanhas (ou otimizar as existentes) e obter maior retorno sobre o investimento.

20 otimizações em Facebook Ads

Se você quiser trocar uma ideia com a nossa equipe, entre em contato:
E-mail: agencia@ozorio.com.br
Whatsapp: (55) 9 81215805

Leave a Reply